Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Sesi Vôlei Bauru anuncia renovação com a central Mayany para a temporada 2024/2025 

O Sesi Vôlei Bauru concretizou a renovação de Mayany para mais uma temporada de competições. A central de 27 anos chega para sua quarta temporada seguida com a equipe bauruense, após ser um dos destaques na Superliga Bet7k 2023/2024 como uma das melhores bloqueadoras do vôlei nacional.

Mayany é a segunda renovação do elenco bauruense e um dos maiores destaques da equipe na última temporada. A central carioca foi eleita para a seleção do Campeonato Sul-Americano Feminino de Clubes 2024, sediado em Bauru, como melhor central. A atleta foi a quinta melhor bloqueadora da Superliga Bet7k 2023/2024 em pontos totais por bloqueio (70), e é a quarta em média de bloqueios vencedores por set (0,82).

Sua continuidade no Sesi Vôlei Bauru tem vários motivos, segundo a própria jogadora, que vão desde a sua relação com a cidade até o reconhecimento da excelência do projeto Sesi.

“Desde meu primeiro ano aqui eu me apaixonei por Bauru. É uma cidade maravilhosa. Me apaixonei pela estrutura do Sesi, que é uma das melhores do Brasil, e esse foram alguns motivos que me influenciaram a ficar. E o projeto, por saber que o Sesi Vôlei Bauru é um time grande. Me identifiquei e cresci muito nesses anos aqui em Bauru”.

Mayany permanece no time de Bauru (Foto: Marcelo Ferrazoli/Sesi-SP)

Aos 27 anos de idade, mesmo sendo uma das melhores de sua posição na liga nacional, Mayany projeta que ainda há espaço para crescimento, e é uma de suas expectativas para mais uma temporada no Sesi Vôlei Bauru: “Minhas expectativas são as melhores! Quero e preciso evoluir mais. Vamos em busca das melhores colocações nessa próxima temporada para brigar por pódios.”, destacou.

Mayany Cristina Araújo de Souza é natural de Resende, no Rio de Janeiro, tem 1,85m, e soma passagens por Botafogo, São José Vôlei, Minas Tênis Clube, Barueri e Osasco. Nessa trajetória, a atleta também já foi convocada para a Seleção Brasileira, sendo sua primeira vez em 2019. Desde então, com o time nacional, foi campeã do Campeonato Sul-Americano Feminino em 2021, e participou das campanhas vice-campeãs na Liga das Nações de Vôlei de 2019, 2021 e 2022.

Já por clubes, a central já foi campeã da Superliga, além de bicampeã do Campeonato Sul-Americano Feminino de Clubes. Nos prêmios individuais, foi eleita a melhor central do Campeonato Sul-Americano Feminino de Clubes de 2024, e do Mundial de Clubes de Vôlei Feminino de 2018/19.